Conciliação: investimento e aplicação automática na Conta Azul

 

O grande benefício de conciliar seus investimentos e aplicações automáticas é auxiliar que o saldo entre banco e Conta Azul bata, uma vez que o banco pode ou não informar essas movimentações na integração bancária.

Além disso, esse é um recurso essencial para a visão correta de fluxo de caixa e demais relatórios da saúde financeira da sua empresa.

Indicamos que você tenha todas as contas financeiras (de todos os bancos) cadastradas na Conta Azul:

  • Conta corrente
  • Conta de aplicação automática
  • Conta de investimento

Não só para ter clareza das movimentações, mas também para facilitar a leitura dos extratos bancários - que são detalhados separadamente. Alguns bancos podem zerar (R$0,00) ou quase zerar (R$1,00) o saldo da conta corrente diariamente sem que você tenha configurado.

 

O que causa os erros mais comuns na conciliação?

  • O saldo inicial não foi informado corretamente
  • Os lançamentos não foram conciliados como transferência
  • Rendimentos da conta não foram lançados
  • Algum lançamento de aplicação ou resgate foi ignorado (na conta corrente)
  • Lançamentos conciliados em duplicidade

Evite que erros aconteçam e mantenha o seu saldo correto na Conta Azul.

 

Atenção!

Ao cadastrar as contas na Conta Azul, preste muita atenção ao saldo inicial das contas conforme o extrato, essa informação é primordial para que os saldos batam.

 

Todas as aplicações e resgates de qualquer tipo de investimento são consideradas transferências entre contas, geralmente saindo da sua conta corrente e indo para a conta investimento/aplicação automática e vice-versa. 

Quando você concilia como uma transferência entre contas:

  • Todas as saídas da sua conta corrente (investimento e aplicações, impostos retidos) são subtraídas do saldo
  • Todas as entradas da sua conta corrente (resgate e rendimento) são somadas ao seu saldo

 

Para ajustar o saldo da conta investimento é necessário realizar a conciliação da Conta Corrente vinculada, acesse Financeiro > Contas financeiras ou Financeiro > Outras contas, clique sobre a conta e logo depois em Conciliações pendentes.

Nesta tela, ficarão disponíveis as movimentações vindas do banco que ainda não foram conciliadas no período de D-1, ou seja, até o dia útil anterior.

No momento da conciliação, você pode clicar em Busca rápida para selecionar a transferência caso ela já esteja cadastrada, ou então, clique em Transferência, preencha a conta de origem ou destino e concilie clicando em Conciliar:

mceclip0.png

 

Encargos e rendimentos

Caso o banco não traga determinados lançamentos na importação do extrato, você pode criá-los manualmente na sua conta Investimento ou Aplicação automática para registrar as entradas e saídas no Financeiro. 

Para obter essas informações, é necessário acessar seu Internet Banking, buscar o extrato (em PDF) do período desejado, e lançá-las na Conta Azul:

  • Contas a pagar: todas as saídas da sua conta corrente (investimento e aplicações, impostos retidos)
  • Contas a receber: todas as entradas na sua conta corrente (juros, resgate e rendimento)

 

De modo geral, para fins de fluxo de caixa, a recomendação é fazer esses lançamentos diariamente. Se preferir, organize-se para lançá-los acumulados mensalmente. Em caso de dúvidas, peça auxílio ao seu gerente ou ao seu contador.

 

Palavras-chave: Investimento e aplicação, encargos, rendimentos, juros, resgate, rendimento, investimento, impostos retidos.

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 85 de 147

Comentários

0 comentário

Por favor, entre para comentar.

Esse artigo está
sendo útil?