Padrão Ginfes | Giss Online

O seu município é atendido pelo padrão Ginfes | Giss Online. Realize a configuração necessária para nos comunicarmos com a prefeitura e emitirmos suas notas pela Conta Azul.

As principais informações devem ser coletadas no portal de sua prefeitura, mas antes faça a configuração inicial na Conta Azul.

Realize a configuração abaixo com atenção e garanta que suas notas sejam transmitidas com sucesso:

1. Configuração inicial na Conta Azul
  1. Dados da empresa

    O primeiro passo é conferir o preenchimento dos Dados da Empresa.
    Informe todos os campos obrigatórios (sinalizados com *).



  2. Certificado digital

    Efetue a importação do seu Certificado A1 modelo e-CNPJ.

 

Atenção!

Não é permitido emitir nota fiscal de serviço com o certificado A3 ou A1 modelo e-CPF.

2. Acesso ao portal da prefeitura

 

Importante!

No portal da prefeitura, você também consultará os códigos de serviço e CNAEs (primário e secundários) que devem ser preenchidos no cadastro de cada serviço na Conta Azul.

 

Com o acesso realizado no portal da sua prefeitura, busque as informações para emissão da NFS-e e preencha na Conta Azul:

Inscrição Municipal

A inscrição municipal (IM) pode ser conhecida também como cadastro mobiliário, cadastro do contribuinte mobiliário (CCM) e é a identificação do contribuinte no cadastro tributário municipal.

No portal da prefeitura, após realizar o login, clique no canto superior direito 👤 e encontre a IM (inscrição municipal da sua empresa):

maceio.gif

 

Após identificar a IM, acesse a Conta Azul, clique em Configurações e plano > Configurações de nota fiscal. Em Emissão de NFS-e, clique em Configurar.

Encontre o campo Inscrição Municipal e preencha conforme identificado no portal da prefeitura:

IM.png

 

Preencha na Conta Azul somente os números sem ponto nem formatação.

Série

A série do RPS varia de acordo com cada prefeitura, podendo ser número (1, 2 ou 3, por exemplo) ou letras (S, SN, NFS, por exemplo). É um controle interno da prefeitura e identificador da NFS-e.

 

Dica!

Preencha conforme a orientação do seu contador.

 

Após identificar a série, acesse a Conta Azul, clique em Configurações e plano > Configurações de nota fiscal. Em Emissão de NFS-e, clique em Configurar.

Encontre o campo Série e preencha conforme identificado no portal da prefeitura:

SERIE.png

 

Na Conta Azul, este campo pode ser preenchido com SN.

Recibo provisório de serviço (RPS)

O RPS é um documento que substitui a NFS-e temporariamente. Nele, constam as informações do tomador, do serviço prestado e do prestador do serviço.

Cada RPS gerado possui uma numeração, por isso, ao configurar a emissão de NFS-e, é importante que a numeração do RPS seja informada de acordo com a sequência da sua prefeitura.

 

Dica!

O número do RPS pode ser consultado na última NFS-e emitida.

Em caso de dúvidas, fale com seu contador.

 

Após identificar o RPS, acesse a Conta Azul, clique em Configurações e plano > Configurações de nota fiscal. Em Emissão de NFS-e, clique em Configurar.

Encontre o campo Recibo provisório de serviço (RPS) e preencha conforme identificado no portal da prefeitura:

RPS.png

 

Importante!

Informe o número do último RPS emitido em outro sistema ou 0 (zero) caso seja sua primeira nota para esta série. 

Regime especial de tributação

Modalidade de tributação que sua empresa está inserida, ou seja, é a forma de identificar e facilitar ao contribuinte das suas obrigações fiscais - pode ser ou não ser igual ao seu regime tributário.

 

Dica!

Em caso de dúvidas, fale com seu contador.

 

No portal da prefeitura, após realizar o login, clique em Manutenção Cadastral > Dados Cadastrais, na próxima página, em Outras Informações, você encontrará o Regime Especial de Tributação:

maceio.gif

 

Após identificar o regime especial de tributação, acesse a Conta Azul, clique em Configurações e plano > Configurações de nota fiscal. Em Emissão de NFS-e, clique em Configurar.

Encontre o campo Regime especial de tributação e preencha conforme identificado no portal da prefeitura:

REGIME.png

Natureza de operação

A natureza da operação indica a geração ou não de imposto a pagar para a respectiva NFS-e, assim como o responsável tributário.

Caso não encontre a natureza de operação, converse com seu contador.

 

Dica!

Para facilitar a identificação da natureza de operação, acesse uma nota fiscal já emitida ou gere o rascunho de uma NFS-e diretamente no portal da prefeitura.

Na criação do rascunho, se atente ao local de prestação do serviço, isso pode impactar no recolhimento do ISS.

 

Após identificar a natureza da operação, acesse a Conta Azul, clique em Configurações e plano > Configurações de nota fiscal. Em Emissão de NFS-e, clique em Configurar.

Encontre o campo Natureza da operação e preencha conforme identificado por seu contador:

NATUREZA.png

 

Após preencher os campos no ERP, clique em Salvar para concluir. Com o cadastro de seus clientes e serviços completos, siga com a emissão de suas NFS-e pela Conta Azul.

 

Atenção!

Este padrão permite o cancelamento de NFS-e pela Conta Azul integrado à prefeitura.

 

Palavras-chave: Ginfes, Giss Online, prefeitura, dados da empresa, inscrição municipal, IM, série RPS, recibo provisório de serviço, regime especial de tributação, natureza da operação, código de serviço, CNAE, portal da prefeitura, Campos dos Goytacazes, Jundiaí, Maceió, Santos.

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0

Comentários

0 comentário

Por favor, entre para comentar.

Esse artigo está
sendo útil?