NFS-e: escriturar nota de serviço emitida fora da Conta Azul

Ao emitir uma nota pela Conta Azul, ela é automaticamente escriturada, porém, caso alguma nota tenha sido emitida por fora da Conta Azul, é possível escriturá-la manualmente e manter todas as informações corretas e salvas.

Para isso, siga o passo a passo:

 

1. Cadastro do serviço

Na Conta Azul, acesse Vendas > Cadastros > Serviços > Novo serviço ou clique sobre o serviço já cadastrado e verifique se todos os campos estão preenchidos. 

 

2. Criação da venda

Logo depois, caso a venda ainda não tenha sido cadastrada, acesse Vendas > Vendas e Orçamentos > Nova venda. Preencha as informações e salve.

 

3. Escrituração manual

Depois de salvar, clique sobre a venda > Nota fiscal > Escriturar NFS-e manualmente e preencha:

  • Dados da nota fiscal;
  • Dados do cliente;
  • Dados do serviço;
  • Impostos retidos;
  • Insira o anexo da NFS-e.

Importante:

Preencher data de emissão da RPS (Recibo Provisório de Serviço), pois a competência desta data pode ser diferente da data da nota. Caso não haja, a Conta Azul assumirá a data da emissão da nota fiscal para o cálculo do DAS.

 

No final do preenchimento, é importante também anexar os arquivos referentes à essa nota fiscal, como por exemplo o XML e o PDF. É possível anexar até dois arquivos, com no máximo 10Mb cada.

 

Importante:

Informe manualmente o número da NFS-e, e esse número não irá alterar a sequência automática utilizada pela Conta Azul. Além disso, os impostos retidos devem ser inseridos para totalizar o valor líquido correto da NFS-e.

 

Pronto! Verifique se todos os campos estão preenchidos e clique em Salvar. Ao finalizar esse processo, a NFS-e já estará vinculada à venda escolhida e será escriturada automaticamente.

 

Atenção:

Para escrituração manual não atendemos NFS-e com tomador estrangeiro.

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 5 de 16

Comentários

0 comentário

Por favor, entre para comentar.

Esse artigo está
sendo útil?