Aviso: A versão clássica da Conta Azul deixou de ser comercializada. Para melhor atender os donos de negócio e contadores, empresas que já usavam a versão Clássica podem permanecer nela. Novas assinaturas obrigatoriamente devem usar a versão Pro. Para saber mais clique aqui.
Pergunta Frequente

Como fazer escrituração de NFS-e manual na Conta Azul

Ana Silveira
Ana Silveira
- Atualizado

Agora, por meio da nossa Contabilidade em tempo real, você pode escriturar as notas emitidas fora da Conta Azul para conseguir gerar o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) e contabilizar no Balancete. Para isso, basta seguir o passo a passo abaixo.

Ao gerar uma nova Venda, você poderá escolher entre Emitir uma NFS-e ou Escriturar NFS-e manualmente.

escritura__omanual.png

Ao escolher a opção Escriturar NFS-e manualmente, você será redirecionado a uma tela com uma NFS-e a ser preenchida:

nfsmanual.png

 

Pontos importantes:

- Os dados do cliente selecionado na venda já vêm completos, caso essa informação conste no Cadastro de clientes;
- Você precisará informar manualmente o número da NFS-e, e esse número não irá alterar a sequência automática utilizada pela Conta Azul;
- Informações do serviço como Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), Código da Lei Complementar 116, ou código municipal podem ser sugeridas. 

- Ao final do preenchimento, o contador precisará vincular um arquivo para habilitar o botão “Salvar”

anexonfsmanual.png

-Esse arquivo deverá ser uma foto (em formato .jpg, .png, XML ou PDF); 
-Poderão ser anexados até 2 arquivos, com no máximo 10 MB cada.

Pronto! Ao finalizar esse processo, a NFS-e já estará vinculada à venda escolhida e será escriturada automaticamente.