Aviso: A versão clássica da Conta Azul deixou de ser comercializada. Para melhor atender os donos de negócio e contadores, empresas que já usavam a versão Clássica podem permanecer nela. Novas assinaturas obrigatoriamente devem usar a versão Pro. Para saber mais clique aqui.
Guia Rápido

Nota Fiscal de Importação

Bruna Schmitz
Bruna Schmitz
- Atualizado

A Nota Fiscal de Importação é emitida para nacionalização do produto que você recebeu do exterior. Algumas dicas antes de emitir uma Nota de Importação:

  • CFOP (Operação Fiscal), deve iniciar com "3", exemplo 3.102.

  • Ter em mão a DI (Declaração de Importação)

 

Importante: Para auxílio nos impostos e quais CFOPs usar, consulte as informações com o contador de sua empresa, ele é mais indicado para repassar estes detalhes conforme o seu ramo de atuação.

 

Para emitir sua nota de Importação, você deverá primeiramente efetuar alguns cadastros. São eles:

Importante: Para fornecedores de importação, não é necessário informar CNPJ e o campo de Indicador de Inscrição Estadual, deverá ser Não Contribuinte, bem como no campo de Cidade deve ser informado o país da empresa.

 

Após os cadastros efetuados, você deverá gerar uma Compra, porém utilizando a natureza de operação cadastrada (Exemplo: Importação).

Após a Compra gerada, você deverá seguir em Estoque > Compras > Selecione a Compra desejada > Ações > Emitir Nota Fiscal.

2019-04-27_0908.png

 

Se a versão do seu ERP for diferente, clique aqui.

 

Abrirá então a tela de sua nota. É fundamental informar CFOP para importação e todos os impostos, conforme constar na DI ou conforme indicado pelo contador.

Para localizar estes campos de impostos, nos itens da nota clique em importação. Para informar os dados de DI e ADI (Adições), clique em Editar:

2019-04-27_0900.png

 

Será aberta a tela para informar dados sobre DI (Declaração de importação) e ADI (Adições)*

3.png

 

Nesta tela, você deverá preencher os campos abaixo:

  • Número da DI: Número da Declaração 

12345.png

  • Data de Registro: Data do Registro da DI

reg.png

 

  • Código do Exportador: Esse poderá ser um código ou primeiro nome do exportador

export.png

  • Via Transporte: Forma que está sendo transportado (Exemplo: Aéreo ou marítimo)

  • AFRMM: Referente a Despesa alfandegária

  • Forma de Importação: Se o mesmo é por Conta Própria, por Conta e Ordem ou ainda por Encomenda.

 

Importante: Se optar por transporte por conta própria, não é necessário preencher o CNPJ que aparece no fim da tela na parte sobre Adquirente/encomendante.

 

  • UF de Desembaraço: Estado que ocorrerá o desembaraço aduaneiro

  • Local de Desembaraço: Porto/Aeroporto de desembaraço

  • Data: Data de desembaraço

  • Número: Preencher com o número da adição constante da DI(Declaração de Importação)

  • Código do Fabricante: Informar o código do fabricante estrangeiro

  • Desconto: Valor do desconto do item constante na DI

123.png

 

Após o preenchimento de todos os campos e tributações, basta salvar a nota no final da página e transmitir para que a Sefaz faça a validação.

 

Importante: Somente os impostos de ICMS e IPI irão somar no total da nota. Caso seja necessário somar os impostos de PIS, COFINS e os valores preenchidos na aba Importação, é preciso somar estes manualmente e informar no campo despesas acessórias.


Compartilhe esse artigo:

Esse artigo foi útil?

Usuários que acharam isso útil: 33 de 70
Ainda não possui Conta Azul  em sua empresa?  O ERP online fácil de usar que ajuda você a organizar e controlar seus  negócios. Experimente agora