Aviso: A versão clássica da Conta Azul deixou de ser comercializada. Para melhor atender os donos de negócio e contadores, empresas que já usavam a versão Clássica podem permanecer nela. Novas assinaturas obrigatoriamente devem usar a versão Pro. Para saber mais clique aqui.
Pergunta Frequente

Entenda diferenças entre Nota Fiscal de Devolução e Nota Fiscal de Retorno

Jenefer
Jenefer
- Atualizado

Quando um produto precisa retornar ao local no qual foi vendido subentende-se que deve ser feita uma nota de "devolução de mercadorias". Mas do ponto de vista de tratamento fiscal, há diferença entre devolução e retorno de mercadorias.

Abaixo, veremos as diferenças entre a nota fiscal de retorno e a nota fiscal de devolução.

Nota de Retorno: 

  • Quando uma empresa recebe uma Nota Fiscal de Remessa, precisa emitir Nota Fiscal de Retorno ao estabelecimento que enviou a remessa. 
  • Assim como quando uma mercadoria retorna ao estabelecimento de origem para conserto, por exemplo. Este estabelecimento também precisa emitir Nota Fiscal de Retorno. 

Ainda com dúvidas sobre Nota Fiscal de Retorno? Veja mais sobre este assunto aqui

Nota Fiscal de Devolução: 

A Nota Fiscal de Devolução tem o objetivo anular uma operação de compra ou de venda, inclusive em relação aos impostos. Dessa forma, a Nota Fiscal de Devolução sempre deve ser emitida com base nas mesmas informações da Nota Fiscal de Origem. Existem dois tipos de Nota Fiscal de Devolução: 

  • Nota Fiscal devolução de compra: Esta nota será utilizada, por exemplo, quando um(a) fornecedor(a) enviar um produto ao(à) cliente empresarial e ele chegar com algum defeito. Neste caso, será necessário realizar a devolução da compra.
  • Nota fiscal de Devolução de Venda: Já esta nota é utilizada quando uma venda é enviada para um(a) destinatário(a) pessoa física, e ele(a) não aceita o produto por algum motivo. Neste caso, o estabelecimento de origem precisará emitir uma Nota de Devolução de Venda. 

Para saber mais sobre Nota de Devolução de Venda clique aqui